273+ Criativa

5 fundamentos básicos da criatividade

Por: DANIEL BRITO

Um profissional autêntico é aquele capaz de inovar e trazer soluções criativas e diferenciadas para o ambiente. Todo mundo conhece alguém que sempre surge com abordagens ousadas ou resoluções completamente fora da caixa. No mercado de trabalho, esse é um profissional que sempre receberá destaque. Mas você sabia que é possível estimular e desenvolver essa criatividade?

Pois é, continue esta leitura e entenda a definição de criatividade, como é o processo criativo e quais são os fundamentos básicos para quem tem interesse em se tornar mais criativo. Gostou do tema? Chegou a hora de descobrir como se tornar alguém com distinção na profissão!

Criatividade e o mito do dom

A criatividade é algo admirado por muitos e está sempre relacionada a um dom, contudo, esse é um dos maiores mitos! O processo de criação depende de diversos fatores e esforços, o oposto da imagem tranquila e simples que se tem sobre ele.

Outro mito comum que merece ser desmentido é o de que se nasce criativo e isso basta. Na realidade, todos somos capazes e possuímos ferramentas para desenvolver essa característica. Para isso, há formas e métodos fundamentais para estimular e colocar em prática essa criatividade.

Como desenvolver criatividade

Ser criativo é a qualidade da pessoa que pensa diferente, fora da caixa, e busca inovar para sair do padrão esperado para oferecer resultados mais positivos e originais. Sendo uma soft skill extremamente valorizada, principalmente por profissionais que trabalham com comunicação, surge a dúvida: como ser criativo(a)?

A resposta é: estudando e aprimorando o olhar! A criatividade pode ser algo nato, mas também é possível encontrar formas de melhorar e deixar em evidência o potencial criativo de qualquer pessoa. 

Uma das principais formas de se conseguir resultados mais criativos é abrir mão de uma linha de raciocínio mais lógico e deixar de lado pré-julgamentos que podem impedir o nascimento de ideias inovadoras e diferentes. É por esse motivo que diversos profissionais trabalham executando:

  • Mapas mentais;
  • Brainstorms;
  • Escrita com fluxo de consciência.

Leia também:

Baixe agora o ebook da ESPM - LifeLab!

5 fundamentos da criatividade

Uma vez que não é um dom e que é possível, sim, desenvolver a criatividade, separamos 5 fundamentos básicos para quem pretende investir e praticar para se tornar um profissional mais criativo. Confira!

Exercício

Não há resultados que venham sem esforço. Em relação à criatividade, essa também é uma verdade. Para conseguir desenvolver essa característica é preciso estar em constante exercício, realizar atividades que abram a mente para o diferente e possibilitem a quebra do raciocínio lógico.

Para se tornar uma pessoa mais criativa, não há outro caminho senão o exercício constante dos fundamentos que possibilitam esse desenvolvimento mental. Sendo assim, fique atento aos próximos tópicos e crie o hábito de estimular a criatividade durante o seu dia.

Experimentação

Para explorar a criatividade, é preciso realizar experimentos para estudar a melhor forma de se fazer algo. Variando as formas, você consegue observar o que mais se adequa às suas necessidades.

É por meio da experimentação que é possível descobrir pontos fortes a serem explorados e  pontos de vista para serem melhorados. Por exemplo, se você trabalha com redação, busque variar os temas e as estruturas, assim, sua mente estará em constante exercício e, com o tempo, você poderá aprimorar o seu trabalho de acordo com o que flui melhor para seu estilo. 

Desse modo é possível, também, fugir do que é convencional no meio e utilizar seus conhecimentos para inovar. 

Observação

As pessoas mais criativas são aquelas capazes de enxergar o mundo à sua volta e, por meio da observação, extrair informações e estímulos que, por vezes, passam despercebidos. 

Esse quesito é fundamental por ser um exercício simples, mas que pode gerar muito material para quem está buscando explorar e praticar a criatividade. Estar atento a comportamentos, tendências, notícias, costumes e acontecimentos em geral é a forma mais eficaz de entender e buscar materiais externos para alimentar a criatividade. 

As maiores mentes criativas são aquelas capazes de, com elementos retirados por meio da observação, construir peças, enredos ou materiais sobre isso. Apesar de inquietas, as mentes brilhantes da criatividade estão sempre prontas para, simplesmente, parar e observar o mundo.

Compartilhamento

Criatividade também pode ser um exercício coletivo. Ainda que você goste de criar sozinho(a), o compartilhamento de ideias e insights com pessoas de sua confiança é uma forma de analisar e submeter esse material a outro olhar, com percepções diferentes, o que pode enriquecer e dar um feedback real sobre a sua linha criativa.

Outra maneira de estimular a criatividade em grupo é realizar brainstorms, assim, sem julgamentos e seguindo um fluxo de consciência, é possível construir juntos, com pensamentos livres e cada vez mais criativos. Isso ocorre por se tratar de uma técnica que possibilita um maior aprofundamento que não necessariamente segue um raciocínio lógico.

Busca de referências

A criatividade não vem por epifania, muito menos somente em momentos de ócio. Para estimulá-la é preciso buscar referências e estudar o assunto em questão. Dessa forma, o cérebro tem material suficiente para desenvolver coisas novas, novas ideias, fazer ligações e fornecer as mais diversas inventividades.

É preciso desconstruir a imagem de gênios criativos que esperam uma lâmpada acender sobre sua cabeça. Criatividade também é esforço e suor na hora de estudar e estar munido de informações relevantes que sirvam para deixar um terreno fértil e aprofundado para o surgimento de ideias mais criativas. Sem isso, todos os outros fundamentos citados anteriormente são diretamente prejudicados.

Seja você um profissional criativo!

Não é algo simples. Exige esforço, mas explorar o lado criativo é uma possibilidade e pode trazer diversos benefícios, principalmente se a sua graduação for em uma área que exige esse senso de inovação e exploração do diferente.

Agora que você sabe o que é criatividade e como se tornar alguém com essa característica, que tal conhecer uma profissão famosa por abrigar mentes brilhantes e dispostas a pensar diferente? Confira o post “Publicidade e propaganda: onde criatividade e inovação se encontram”. Quem sabe você não se identifica e termina a leitura tendo a publicidade como a profissão da sua vida?

Matéria adaptada do portal: https://blog.espm.br/
Para ler na íntegra acesse: https://blog.espm.br/5-fundamentos-basicos-da-criatividade