273+ Criativa

95% dos brasileiros preferem marcas que investem em sustentabilidade

Por: Ian Cândido

No centro das estratégias das empresas, os clientes estão cada vez mais exigentes quanto aos valores e aos diferenciais que esperam encontrar nos produtos das marcas que consomem. Um destes atributos é o investimento em sustentabilidade. Uma pesquisa divulgada durante a 37ª edição da APAS SHOW aponta que 95% dos brasileiros dão prioridade para produtos e serviços de empresas que investem em práticas sustentáveis.

Segundo Carlos Corrêa, diretor-geral da APAS SHOW, além de buscar por produtos que atendam suas necessidades, os consumidores têm optado por marcas que investem em programas de preservação ambiental e responsabilidade social, de modo a deixar claro que o tema sustentabilidade ultrapassa o campo do discurso e se torna prático, podendo ser observado em ações assertivas.

O estudo avaliou, também, as motivações dos clientes na hora de escolher um supermercado. 68% dos consumidores consideram o respeito e o reconhecimento da importância do cliente como os principais critérios. Na sequência, aparecem investimentos e ações inclusivas para funcionários, sustentabilidade ambiental e programas de valorização de fornecedores e parceiros.

Além dos valores por trás das motivações dos clientes, a pesquisa encomendada pela APAS também insights sobre o comportamento online no setor supermercadista. 67% dos entrevistados entre 25 e 34 anos assumiram o hábito de realizar compras em canais online.

Neste cenário, a facilidade para comparar preços, encontrar tudo o que se procura e a comodidade de agendar as entregas foram os fatores responsáveis pelo crescimento de 15% das compras virtuais entre 2022 e 2023. Já as lojas físicas ganham a preferência do consumidor nos quesitos atendimento pessoal e ambiente confortável, independente da faixa etária, classe social ou gênero.

Outro ponto interessante destacado pelo estudo é a mudança nos hábitos alimentares dos brasileiros. Atualmente, 53% da população procura manter uma alimentação saudável em boa parte das refeições e 15% optam por alimentos naturais, orgânicos e pouco industrializados. Esse número representa um sólido crescimento de 6% em relação ao registrado em 2022.

Sobre a tendência, Corrêa destaca que a pandemia trouxe um novo olhar sobre a saúde e a qualidade de vida. Por isso, o setor supermercadista tem ampliado a oferta de produtos chamados FLV (frutas, verduras e legumes), um dos destaques da APAS SHOW desse ano, com uma área exclusiva dedicada ao tema.

Relevância dos canais digitais 

Os 67% dos entrevistados que assumiram o hábito de realizar compras em canais online para a pesquisa da APAS evidenciam a relevância desses canais para as estratégias do varejo brasileiro.

No entanto, a mesma pesquisa aponta que os canais físicos não perderam o seu valor, e ainda preservam alguns diferenciais desejáveis por parte dos consumidores. Por isso, o equilíbrio entre os canais físicos e digitais torna-se peça-chave para o avanço de marcas e empresas.